Review: Star Wars Clone War: Lightsaber Duels

A série nova que saiu de Star Wars Clone Wars é composto por dois jogos: Lightsaber Duels para o Nintendo Wii e Jedi Aliance para Nintendo DS. Acabei de jogar por completo o Lightsaber Duels, que foi alvo forte de crítica de muitos sites, embora nos mesmos sites, a opnião do público mostra que é o contrário. Agora vou dar a minha opinião sobre esse jogo.

Lightsaber Duels é um jogo de luta do Star Wars, cuja história é baseada no filme das Guerras Clônicas que saiu no último ano. O jogo não atendeu toda a minha expectativa, mas não está ao ponto de ser um jogo lixo, no meu caso, a Nintendo fez muita propaganda que deu para esperar mais do jogo e acabei um pouco decepcionado que não era tudo aquilo. Pelo que eu li de comentários de outros sites, quando a Nintendo mostrou Wii, muito dos que souberam da inovação diziam “Nossa! Seria legal um jogo de espada!”, para os fãs do Star Wars “Lightsaber!!!”, mas infelizmente, o Wiimote atual não tem tanta capacidade assim para simular uma luta de espadas, não enquanto não sair o WiiMotion+, que vai aumenta a precisão dos movimentos do Wiimote. Agora chega de papo e vamos aos comentários do jogo.

Jogabilidade (8.0):

O controle básico do jogo é bem simples, com o direcional do Nunchuck você move o personagem, botão A faz esquivas ou pulos e o botão B faz os bloqueios. Para atacar você move o Wiimote para a direção que você deseja atacar, move para cima para fazer um ataque de baixo para cima, move para baixo para fazer o contrário, esquerda ou direita para mover para esquerda ou direita e para frente para fazer um golpe perfurante. Você também pode utilizar a força (se disponível para o personagem, afinal Grievous não utiliza a força, mas no lugar, utiliza mais técnicas de sabre de luz), e acredite, isso ajuda bastante. Embora os controles sejam simples, o jogo deu mancada feia ao fazer o botão de pause sendo o botão +, pois é por cima desse botão que minha mão fica quando estou jogando, muitas vezes, prejudicando a jogabilidade por causa de Pauses não desejáveis. A solução simples era só utilizar o botão 1 ou 2 como pause.

No mais, os comando responde razoavelmente bem, você deve fazer os movimentos bem definidos para uma resposta desejável, mas com o tempo acaba se adaptando, embora as vezes ele pega algum movimento errado.

Sequências de golpes pode desencadear combos especiais e bloqueios de sabre que desestabilize oponente aumentam um contador que quando cheio, permite utilizar um especial. Interatividade com o cenário também é algo que não falta, batalhas dos clones com droids no fundo do cenário podem fazer com que você leve alguns tiros, suas lutas podem quebrar cenários e com esses pedaços você pode usar a força para arremessá-los contra o adversário. Ou seja, existem muito elementos externos que você pode utilizá-los a sua vantagem.

Os Personagens (6):

Infelizmente acredito que faltou personagens no jogo, com dez personagens disponíveis e o Yoda que acredito que deveria ser um must have, infelizmente não faz sua aparição. Os três dos conselhos jedi não tem participação na história e foram colocado como extras, mas poderia ter aproveitado melhor eles. Os personagens disponíveis são: Ahsoka Tano, Anakin Skywalker, Obi-wan Kenobi, Mace Windu, Kit Fisto, Plo Koon, Conde Dooku, Asajj Ventress, General Grieveous e EG-5 Jedi Hunter Droid.

Os Desafios Propostos (7):

O jogo possui alguns modos, mas as principais são o Modo Campanha, Challenge e Battle. No modo campanha temos a história do jogo, que infelizmente colocaram um narrador irritante, a primeira batalha é um tutorial de como jogar e após esse tutorial, começa as lutas, o personagem que você controla é o principal da história, ou seja, diferente dos jogos de luta normal, o personagem que você controla é o que segue na história. Infelizmente a narrativa do jogo é muito ruim, passando muito por cima, até algumas vezes chega a estranhar a falta de uma conclusão na parte do jogo. Outra característica do modo campanha é que de acordo que vai avançando as fases, você libera a seleção de fase, indicando onde que você quer começar a história.

O modo Challenge são 4 desafios por personagem, que você deve cumprir, como vencer o inimigo em menos de três minutos ou utilizar todos os combos de um personagem. Alguns desafios só estão disponível quando você libera algum mapa ou está pelo menos no nível de dificuldade mínimo para o desafio. É o modo que mais libera os extras e fazer os desafios é o único modo de liberar os personagens. No mais, acho que tirando o modo multiplayer, é o modo que mais me agradou e que me deu muito mais desafio e diversão.

O modo Battle é um modo onde você escolhe um personagem e luta contra todos os outros. Não tem muito diferencial e as recompensas são apenas mais roupas para o personagem. Não oferece nenhum desafio, mas para quem quer pegar o jeito com algum personagem, é um bom modo de treinar sem ter que ficar muito tempo em loadings e escolhas de personagens. Tem também o modo Free Fight que você escolhe o personagem e o adversário e o Quick Battle que você inicia uma luta com seu personagem, inimigo e cenário escolhidos aleatóriamente.

Os sons (8):

Até agora não vi nenhum jogo de Star Wars que a trilha sonora não fosse boa e esse jogo não é diferente. A trilha sonora é muito boa, mas peca um pouco nos excessos de barulho de sabre de luz que vem do Wiimote, o que muitas vezes atrapalha o som que vem do televisor.

A IA (10):

A IA do jogo pode dizer que é muito bem feita e mais: hoje em dia parece que virou mania muito ruim entre as empresas de jogos acharem que para aumentar a dificuldade é só fazer com que o adversário cause mais dano e retirar os recursos, mas não alteram em nada os comportamento do inimigo. Entretanto a IA do jogo reflete bem o nível de dificuldade que você deseja e não só isso, durante a luta ele aprende a se defender de sua tática, mas vale lembrar que ele também esquece táticas antigas, o que faz você variar bem sua tática, mas não levar a frustração, nem ao tédio.

Os Gráficos (7):

Não é o melhor gráfico para Wii, mas está longe de ter um gráfico ruim. Apenas deviam fazer os itens maiores, pois as vezes é pequeno demais para tentar apontar com o Wiimote.

Conclusão: Já falei dos modos de jogo, dos personagens, sons, jogabilidade, gráfico, a IA. Apesar de ser um jogo bom, deu uma impressão que foi feita as pressas. Tem algumas decepções, mas não é algo para tacar pedras. O jogo tem um replay baixo no modo single player, mas dá para ter uma boa diversão com amigos, principalmente se todos gostam da série de Star Wars.

Nota Final: 7.6

O Trailer enganou aos fãs, decepcionando-os, mas o jogo não é para ser descartado.


Uma resposta

  1. achei loco
    eu achei o + legal é q é com os personageins da serio mesmo enves de ser outros persos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: